Anita Baker CompositionsUma das vantagens de ter aulas com professor, é que ele te apresenta o que é boa música. Aprendi que, ouvir música é tão importante quanto estudar o instrumento. Nos meus estudos ”baixísticos”, era normal ao término das aulas, o professor colocar alguma sonzêra pra eu conhecer e analisar. Na sala de aula havia uma coleção incrível de cds! Isso contribui para eu entender o que é um baixista de bom gosto.

Numa dessas aulas foi me apresentado a cantora americana Anita Baker, em especial o álbum Compositions (1990), com Nathan East nos baixos. Precisamente foi a música ”Whatever It Takes” que foi um divisor de água na minha vida! Quando escutei essa música pela primeira vez, ali, criei o desejo de ser um baixista profissional.

Nathan East é o baixista que só faz grooves matadores, muito bem construidos, daqueles que embelezam totalmente a música sem tirar o destaque dos outros instrumentos. Tem que ser mestre para conseguir fazer isso. Versatilidade também é a sua forte característica e não é à toa que ele é um dos baixistas que mais grava nesse planeta. Seus 35 anos de trabalho resultaram em mais de 2.000 álbuns gravados. Whitney Houston, Eric Clapton, Phil Collins, Steve Vai, Fourplay, Toto, Daft Punk são alguns dos artistas com quem ele trabalhou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

0 187