O filme Bagdad Cafe tem participação de William GalisonEstava em casa assistindo o excelente filme Bagdad Café (1987) com minha esposa e, nos créditos da trilha sonora, reconheci o nome de um dos músicos: o gaitista americano, William Galison. Então, lembrei que em 2012 ele veio tocar no Curitiba Jazz Meeting e se hospedou no Slaviero Full Jazz Hotel. A convite do pianista Bernardo Manita, fui tocar nesse hotel nesse mesmo período e, adivinha quem veio dar uma canja com a gente?

Naquela ocasião, não sabíamos quem era o cara que desceu do apartamento para o restaurante e, minutos antes da apresentação, pediu amigavelmente para tocar com a gente. Ele veio munido com um cinto de couro contendo harmônicas nos bolsos. Conseguimos entender algumas palavras em inglês e logo estávamos todos tocando no mesmo palco, sem ensaio.

William Galison 06-10-2012Aquela noite foi sensacional!! A sonoridade de uma gaita de boca no jazz e bossa nova é incrível! Estávamos tocando, eu no baixo elétrico, Bernardo Manita no piano, Flávio Cantador Coimbra na bateria e nosso até então desconhecido, mas tão conhecido gaitista.

Durante a apresentação era visível que era um músico diferenciado, com timbre e fraseados maravilhosos! William tocou a noite inteira sem vaidades de estrela. Era puro amor a arte. Que aula!

Após o término da apresentação, é claro, queríamos saber quem era o cara que deixou platéia, funcionários e músicos impressionados com tanta musicalidade. Ficamos encantados de ter a oportunidade de tocar e conversar com um músico de alto nível.

Lembro que no meio da conversa, ele disse que havia terminado de gravar o cd solo ”Sunken Condos”, de Donald Fagen, do conceituadíssmo grupo Steely Dan! Isso Já era um currículo e tanto! Mas, só pesquisando mais tarde é que tive outra surpresa, descobri que William Galison trabalhou em várias trilhas de filmes e seriados como Bagdad Café e Sesame Street. Além disso, tocou/gravou com Jaco Pastorius, Chaka Khan, Sting, Jon Secada, Barbra Steisand, dentre outros artistas… é mole??

0